terça-feira, 9 de outubro de 2012

Spikes, transfers, piramides. As taxinhas estão com tuuuudo!

Como eu tinha dito vou postar sempre os modelos Schutz pra vocês!
E vou começar por este primeiramente porque é lindo (demais!!)  e enfim por ser um modelo que eu gosto muito mas que não imaginava que fosse amar dessa maneira! Desde que começou a moda dos spikes acho uma graça, mas não seria uma adepta achava meio rock in roll demais pra mim. Mas querem saber? Isso não existe, os spikes são uma graça!! Estou enlouquecida!
É ou não maravilhoso?!

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Tendencia à felicidade!!

Depois de alguns dias sem post tenho várias novidades. Começando com aquela mudança que já havia falado, pois é ela aconteceu, to super feliz, amo coisas novas! E depois eu preciso contar essa, gente to trabalhando pra Schutz! É eu sei uma tentação! É tudo muito lindo e atual, pra quem gosta de tendencias e de estar sempre antenada posso garantir que lá é o lugar certo!! Já tenho vários modelos queridinhos, a inspiração alaia é perfeita, mas adivinhem só? Meu numero não existe mais =(
Tem uma inspiração do Alexander Mcqueen que é simplesmente maravilhosa! Os spikes? Ah, nunca imaginei que diria isso, mas são fofos demais! É isso mesmo, vou receber em sapatos!hahaha
Então só pra vocês já ficarem sabendo vou postar aqui os que eu amo mais, e depois vão me dizer se não é mais que perfeito e suuuper enlouquecedor estar todo dia literalmente dentro do mundo da moda!!
Beijinhos ;*

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Ah! As mudanças...

Então, e aí tudo que você mais queria dá certo - pelo menos boa parte. E você fica se perguntando: tá e agora? Sabe aquela história dos dois "eu" interiores, eu estou assim nesse momento: vai,  tudo vai dar certo. Ah mas como deixo tudo pra trás? Ué, deixando uma hora isso ia acontecer. Ótimo mas eu vou aguentar? Eu sei que vai, você já aguentou coisas bem piores menina, relaxa, confia e enfrenta. Mas e o medo? O medo você encara ele de frente que ele corre!
Todo tipo de mudança é complicada, implica desprendimento, saudade. Mas também novidade, desafio. Vem o frio na barriga, o arrepio na espinha, o tremor nas mãos e pernas, mas o melhor é aquela sensação de liberdade. Estar livre rumo ao novo, ao desconhecido e o mais sensacional é que a partir daquela decisão, daquele momento seu futuro só depende de uma pessoa, VOCÊ!
Se eu vou mudar? Claro a partir disso nada mais será igual, alguma coisa sempre vai mudar. Se eu realmente encarar essa oportunidade a mudança será maior, afinal o desconhecido nem sempre é tão fácil, mas eu gosto disso, de superação. Se eu não for, vão ter diversos motivos e porquês, e com certeza essa mudança não será maior porém mais significativa, muita coisa será pesada e medida.
Maaaas como eu sou extremamente otimista, tenho sempre pensamentos bons em relação a qualquer coisa,  tenho absoluta certeza que sim a maior mudança vai acontecer, porque é o que eu quero lá no fundo do meu coração, e um dia eu li que quando se quer dessa maneira todo o universo conspira a seu favor. E bom de repente muita gente não acredite, mas eu sim, acredito com todas as minhas forças que Deus está comigo e que Ele sim sabe o que é melhor pra minha vida, e que é Ele que está me fazendo tão tranquila e confiante que o melhor sempre vai acontecer. E essa certeza é a melhor sensação que alguém pode desfrutar e eu só tenho a agradecer por cada milésimo de segundo que Ele me faz confiar nisso.
Concluindo: que venham somente coisas boas pra mim, pra você, pra nós. Porque o mundo ta aí pra ser vivido e conquistado por quem tem coragem e fé pra correr atrás. =)
Beijinhos

P.S.: Eu tô muito feliz!!!!! :))))

terça-feira, 18 de setembro de 2012

É respeitando que se fará respeitado!

Fala-se tanto em cidadania mas na verdade não sabem nada do que é ser cidadão. O ser é respeitar a opinião alheia mesmo que isso vá contra tudo que você acredita! Cadê o amor ao próximo?
Isso me deixa triste e me faz rever meus conceitos em relação a muitas coisas. É preciso humilhar para se fazer ouvir?
Enfim ser cidadão é sim lutar por seus direitos, mas mais do que isso ser cidadão é saber que apesar de tudo o respeito e a educação tem que partir de nós para poder retornar a nós! Só pensem nisso...

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Cheiro de novidade no ar!!

É impressionante como uma simples boa notícia, mesmo que apenas uma possibilidade, tem a capacidade de animar o dia! E com a animação vem junto o friozinho de ansiedade na barriga mas que eu adoro, me faz me sentir mais viva ainda!
Todo possibilidade de mudança da um gás extra, e acredito que todas são para melhor!
Ah, a expectativa! Nos mata de ansiedade porém nos enche de esperança e alegria!
E todos os dias eu agradeço a Deus por acreditar em mim e me dar mais uma chance de acordar e seguir vivendo e sendo feliz a cada novo dia! Beijinhos!! =D

terça-feira, 11 de setembro de 2012

Ler, a consciência de um futuro melhor!

Acabei de ler uma matéria da Revista Época que aliás é ótima, super interessante mesmo, que fala sobre leitura e mais sobre o grau de leitura dos professores. http://revistaepoca.globo.com/Sociedade/noticia/2012/09/zoara-failla-se-o-professor-nao-e-leitor-nao-consegue-transmitir-o-prazer-pela-leitura.html .
 Bom sou a prova viva disso, quantos professores já passaram por mim e posso dizer com todas as letras que são pouquíssimos os que estimulam a leitura de seus alunos. Porém eu tive a sorte de me deparar com um professor brilhante no qual já disse aqui no blog, Ariovaldo, que me fez enxergar de uma vez por todas o mundo maravilhoso por trás de cada livro. E também tenho que citar a Magda, uma professora da UNIPINHAL, muito criticada pelos alunos por simplesmente cobrar que seu conteúdo seja levado a sério,  mas que pra mim é brilhante, uma das pessoas mais instruídas que tive o prazer de conhecer. Crédito especial a eles!!
Destacando que é um absurdo a educação do país estar a esse ponto.
Vamos estimular a cultura. Só assim  teremos um país mais consciente e um futuro no mínimo menos caótico do que o presente momento onde certos valores já não existem mais. Eu sinceramente prefiro pensar que tais valores estão adormecidos e que basta conscientização da parte de todos, começando pelos pais porque a primeira educação vem de casa, que eles podem desperta e fazer desse país um exemplo de desenvolvimento, educação e repeito.

São só coisas a toa.: O medo é a negação do amor!

São só coisas a toa.: O medo é a negação do amor!: E aqui estou eu, mais uma vez frente a frente com o notebook tentando deixar as palavras voarem da minha caixinha surpresa. Mas aí vem o med...

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Despertar!

Sempre gostei de tudo que é novidade que é diferente. Mas ultimamente ando com um interesse mais digamos 'aflorado' pra moda. Tenho passado muuuitas horas do dia em sites sobre o assunto, vendo novidades, tendencias enfim me informando sobre tudo e o melhor com muito entusiasmo.
Customização é uma ideia que to achando muito bacana, você poder criar uma peça unica é simplesmente o máximo, vou levar isso mais a sério afinal criatividade é o que não me falta!
Sem falar no quanto estou fascinada por decoração. É muita coisa bacana, minha cabeça vira um turbilhão de ideias. O que mais posso dizer, sensacional esse despertar.

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Só sorria, sua alma agradece!!

É engraçado e ao mesmo tempo tão maravilhoso como existem tantas opiniões opostas. Acho isso simplesmente lindo e construtivo, claro existem aquelas que puts! era melhor nem ouvirmos, porque é assim que se cresce e se aprende um pouquinho mais sobre o ser humano, sobre o ser e pensar de cada um. 
Não posso ser mesquinha ao ponto de afirmar que sou uma pessoa passiva, pra mim se esse é o certo você tem que provar que é, ponto final. Também não sou moralista não longe disso, pelo contrario, odeio falso moralismo, pessoas taxativas, preconceituosas, atrasadas, sem cultura, enfim apenas acredito que tudo tem um fundamento e que tudo pode mudar a qualquer momento. Estamos suscetíveis a isso.
Sei respeitar as pessoas e suas opiniões, acho deplorável o desinteresse e o pouco caso que alguns tratam de certos assuntos. Poxa se você não concorda exponha sua opinião educadamente, se forem totalmente opostas e por uma causa nobre da até pra discorrer uma discussão a respeito, agora por coisas corriqueiras sou da opinião que não se deve gastar boa vela com mal defunto!
Fico péssima quando sou ofendida ou até mesmo quando me decepciono com certas pessoas e coisas, mas posso afirmar que fico muitíssimo pior quando eu acabo ofendendo ou magoando alguém. Não gosto, nunca gostei. Se estou mal, fico mal sozinha não acho que deva depositar isso nas pessoas e tentar fazê-las se sentir muito pior. Não gosto de coisas jogadas na cara, não gosto de falsidade, abomino literalmente a mentira. Se eu disse que te desculpei é porque o fiz de fato e portanto da minha boca não vai ouvir - lembra aquele dia que fez isso? - porque é cansativo e desestimulante. Se tens teto de vidro não jogues pedra no vizinho meu amigo!!
E essa é a minha opinião. Ah! a sua é diferente? Acho lindo até de repente me interessaria saber. Mas agora não, hoje estou um pouquinho egoísta, tenho esse direito né! Ah, os aquarianos sempre acham que sabem de tudo...
Pois é essa sou eu!! HAHAHAHA

quinta-feira, 26 de julho de 2012

terça-feira, 24 de julho de 2012

Sinta mais com o coração

 É interessante como num raio de segundo a gente se descobre. Não, porque é isso que acontece quando você está fazendo alguma coisa normal, cotidiana, e pronto tudo fica claro como luz em sua mente. E ai você descobre que sempre soube daquilo pois o coração, ah o coração sempre sabe. A mente apenas reflete seus arquivos, é cheias de pré-definições, regras sem fundamentos e mecanismos de defesa. Já o coração é a nossa essência, o que temos realmente de bom, se soubéssemos realmente senti-lo seríamos sem sombra de dúvidas anos luz mais felizes. Ele é a intuição, a qual muitas pessoas desprezam, ignoram sem nem mesmo saber qual sua importância em suas vidas. Se deixassem sentir não fariam tantas tolices, nem sofreriam inúmeras consequências, não valorizariam  montanhas de coisas fúteis e descartariam incontáveis pérolas.
 Ainda insisto cegamente que o mundo precisa de mais amor, é ele que move tudo, ele é o espírito da coisa se é que vocês me entendem. O amor gera felicidade, contentamento, sabedoria, compaixão e muita paz pro coração. E é isso que tem que ser alimentado de fato. Só que não adianta filosofar sobre coisas bonitas e nem ao menos tentar ser a mudança. Ame sem esperar nada em troca. O único beneficiado será você mesmo. *-*

segunda-feira, 23 de julho de 2012

O medo é a negação do amor!

E aqui estou eu, mais uma vez frente a frente com o notebook tentando deixar as palavras voarem da minha caixinha surpresa. Mas aí vem o medo de me expressar, medo de publicar bobagens, medo de textos péssimos e desinteressantes, medo, medo, medo, e assim sigo negando meu amor. É, um amor que lembro exatamente quando veio a tona, porque sempre gostei mas não entendia, num dia absolutamente normal numa aula de português totalmente monótona e nostálgica em que um professor brilhante, talvez o mais sensacional deles, começou a descrever fatos da sua juventude em que ele se encontrava com renomados autores brasileiros e citava livros e mais livros, e eu lembro de ter ficado encantada,  lembro de pela primeira vez amar e esperar ansiosamente pela aula de português como fazia com as de matemática, para ouvir dicas e mais dicas de como ler e absorver aquelas histórias maravilhosas que ficam escondidas dentro de milhares de livros abandonados em imensas estantes. Nesse dia depois da aula timidamente pedi que me indicasse um livro, ele me deu uma resposta que julguei simplesmente brilhante: o livro pouco importa minha querida, leitura antes de ser um hábito é um dom, entre na biblioteca e pegue o primeiro que lhe chamar atenção pois cada livro tem um mundo inteiro guardado ali, e se realmente você tiver esse dom ele lhe será o mais interessante deles, não pelo conteúdo mas mais pelo prazer que a leitura nos proporciona. E assim eu o fiz, não me recordo do titulo, mas ele tinha uma capa rosa discreta, me pareceu bem propício a quem ainda estava descobrindo coisas. E ali explodiu essa minha paixão pela leitura. Comecei a devorar livros sem estilo predefinido, lia vários me inundei de informação e viagens imaginárias. E hoje eu agradeço a esse meu professor da 8ª série que nem imagina o bem que me causou, Ariovaldo, esse é o nome dele, uma das pessoas mais inteligentes e cultas que tive o prazer de conhecer, e foi ele também que me deu a minha primeira e única recuperação, mas isso foi por uma arte coletiva em sala, que outro dia posso contar aqui, aliás meu baú de risadas é sem fim, e que assim o seja até meu ultimo dia de vida.
E agora venho por meio deste simples blog expor meu amor pela escrita. Francamente não tenho muita certeza do que estou fazendo, a certeza que tenho é que é maravilhosa a sensação de ter a coragem de escrever isso, e se eu não publicar esse texto ele será mais um perdido entre tantos que já se perderam, mas  decide que chega de negações. Eu quero a liberdade que tanto me admira nos livros e melhor dizendo nos autores, eu quero a critica sobre tudo que escrevo, penso e falo, mas eu tenho medo de querer tudo e querer nada. E assim afirmo à flor da pele que o medo é sim a negação do amor. Deixemos os medos de lado, vamos nos permitir ao que é simples e puro nessa vida. 

quarta-feira, 27 de junho de 2012

E as vezes, só as vezes eu penso...

E aí eu me pego pensando onde isso tudo vai parar? Pra onde isso tudo vai me levar?
E mesmo em meio a turbilhões de pensamentos, alguns não tão otimistas assim, eu ainda consigo concluir que tudo vai acabar bem, que nada mais é do que mais um grande aprendizado, difícil, doloroso, torturante, exigente mas que no final a recompensa é das melhores. Porque experiência adquirida é um tesouro só nosso que podemos usar para orientar e aconselhar os que amamos e nos preocupamos.
Sei, eu sei de tudo isso mas quando vai acabar? Quer que fale mesmo? Vai acabar quando EU e somente eu tomar uma posição e passar a me impor e dar mais valor as minhas atitudes. Quando conseguir deixar pra trás toda e qualquer tipo de magoa que possa existir, fizer uma limpeza na alma e só levar coisas boas e experiências porque é isso que se tira de coisas ruins! Eu fico impressionada as vezes com esse sorrisão que levo no rosto todo dia, eu me faço feliz, eu me permito ser feliz. E eu me orgulho muito de ser assim, os problemas não são poucos mas a fé, a perseverança, a coragem são muitas!
Olha só que coisa, eu não imagino nada menos do que um futuro brilhante pra mim, puts! eu mereço e mereço muito, cada grãozinho.
E aí eu me pego concluindo que isso tudo vai me levar pra onde eu permitir! E eu permito a felicidade, a paz, a calmaria. Eu permito Deus em minha vida. Tem gente que pode achar clichê, mas ora o que teríamos aprendido e vivido sem os tais? E se pra você Deus é clichê, meu amigo olha por você eu só lamento!

quinta-feira, 21 de junho de 2012

Eu acredito no amor!

Amor, uma palavrinha pequena mas que tem um significado enorme. Ele pode ser encontrado de varias formas e intensidades. O amor fraterno, que irrita, incomoda mas que é tão forte, tão puro e tão verdadeiro. O amor entre amigos, aquele que nos faz quase perder o ar dos pulmões de tanto rir, que te enxuga as lágrimas quando preciso, aquele que te da um belo puxão de orelha também, que te mantém informado de tudo, que faz as mais absurdas loucuras com você. Ah o amor dos apaixonados! Esse tira o folego sem nem a gente saber porque, faz a barriga gelar de ansiedade, dá tanta saudade que chega a doer. E o ciume que causa? Faz perder o sono até. Ele nos muda, nos completa, nos faz fazer coisas que nem imaginávamos que faríamos por alguém e de coração, com sinceridade e aquela doce pureza que vem a ser infantil, e é isso que é tão bom, nos mantém jovens e inteiros e felizes.
Eu sinceramente acredito que amar ainda é a melhor opção, porque de coisas pesadas o mundo já está cheio. Amar os seus pais, os familiares, os animais, o emprego, aquele tombo que você levou por ter confiado em alguém, de que outra forma você aprenderia a valorizar ainda mais a honestidade, a lealdade? E não adianta dizer que você seria capaz de viver em uma bolha sem nunca ter sofrido uma coisinha sequer e ainda assim ter uma visão de mundo como se tem hoje passando por todas as coisas que a vida nos infligi. E se estamos firmes e fortes aqui hoje é por amor, se não a alguma outra coisa ou pessoa, amor por nós mesmos e por Deus.
Então vamos amar!! Amar tudo até a ultima gota, porque ele sim pode senão mudar, transformar a vida para muito melhor. Pode apostar que pelo menos mais leve tudo vai ficar. Como já disse antes depende muito mais de nós mesmo do que do vizinho da graminha mais verde ali do lado né?! s2

quarta-feira, 20 de junho de 2012

A felicidade? Tá aqui você não viu?!

E aquela velha e básica perguntinha: onde está a tal felicidade?
De verdade, felicidade é ser você; sem medo, sem pudores, sem amarras. É sentir o coração pulsar, a alma vibrar, é rir igual louco sem motivo, é assim do nada porque a nossa felicidade quem faz é a gente mesmo, são nossos pensamentos, decisões, vontades, coragens... Porque todas as situações pelas quais passamos são permitidas somente por nós mesmos. Então vamos nos permitir viver coisas boas, com pessoas boas, porque todo mundo tem seu lado bom, aprender a explorar isso delas e permitir que façam o mesmo com a gente pois a vida é uma só, e é aqui que vamos viver tudo e mais um pouco de toda essa loucura.
Felicidade é aquela paz que vem lá de dentro nos dando a certeza de mais um dia vivido, mais um bem feito,   é aquela fé que nos move a cada segundo rumo ao topo. É a certeza que tudo pode ir mal, mas Deus o único que realmente importa nunca nos abandona apesar de qualquer falha que possamos ter.